Casa do Yakisoba

  Dia Mês Ano  
Horóscopo Chinês
Twitter Facebook Youtube
dez 27, 2013
yakisoba

Saiba mais sobre o Guioza

 

Quem aqui conhece e é fã do Guioza, aquele pastelzinho delicioso? Não conhece? Sem problemas, nós explicamos para você!

O prato consiste basicamente em um recheio de carne e/ou legumes dentro de uma massa, no estilo de pastel, e frito ou cozido na hora. São, assim como grande parte dos pratos orientais, consumidos com shoyu.

O Guioza teria sido criado e levados pelos soldados do Japão durante a Segunda Guerra Mundial. História interessante, não?

Quem gosta do prato, levanta a mão! \o/

 

 

dez 17, 2013
yakisoba

Conheça o saquê

 

O saquê é uma bebida tradicional oriental, é produzida a partir da fermentação natural do arroz japonês e seu teor alcoólico gira em torno de 16%. As primeiras garrafas foram produzidas no século III, na cidade de Nara, antiga capital do Japão. Milenar, não?

No seu país de origem, a bebida é consumida em festas, casamentos e, também, no dia a dia, acompanhando as refeições. Aqui no Brasil, como você já deve ter reparado, o saquê é tradicionalmente servido com frutas diversas, no formato de caipirinhas – ou se preferir, Saquerinha.

Na Casa do Yakisoba você encontra a bebida neste formato – com as opções em limão, kiwi, abacaxi e frutas vermelhas – ou mesmo em dose pura. Venha degustar essa bebida típica! Não preciso nem falar que combina maravilhosamente bem com sashimi e sushi. ;)

nov 28, 2013
yakisoba

Culinária Japonesa: uma das mais saudáveis do mundo

A culinária japonesa já tem tradição em ser saudável e leve, mas você sabe o porquê disso? Quais são as vantagens que encontramos nos pratos orientais?

Aqui, no blog da Casa do Yakisoba, nós te contamos tudo! ;)

O grande segredo das receitas japonesas está na composição nutricional. Os pratos crus e cozidos são servidos em porções nutricionais equilibradas: o arroz não tem óleo e sal e vem acompanhado de uma carne salgada. Há, também, para encerrar as refeições, o ritual de beber chá (sem açúcar) e comer um docinho (sempre pequenas porções). Super balanceado, né?

É importante sabermos que as proteínas mais utilizadas na alimentação oriental são os peixes, o tofu e missô, todos de fácil digestão e ricos em ômega 3 e vitaminas importantes para o organismo. Ou seja, alimentos que ajudam a aumentar os níveis de colesterol bom e reduzir o mau.

Vale a pena aderir aos ensinamentos orientais, hein?

nov 11, 2013
yakisoba

Saiba mais sobre o Wasabi

O wasabi é aquele tempero picante, em forma de pasta verde, que você encontra toda vez que visita a Casa do Yakisoba. Tradição da culinária japonesa, a pasta é feita da raiz fresca da planta wasabia japonica e leva outros ingredientes como a mostarda, corantes e aditivos.

O interessante é que, além de proporcionar um sabor único aos shushis e sashimis, a raiz forte também auxilia na digestão e é rica em potássio, magnésio, vitamina C, cálcio e fósforo.

E você? Costuma saborear os peixes crus com esse tempero? Ah, se for experimentar, vá com calma! O sabor apimentado pode parecer forte nas primeiras vezes. ;)

out 29, 2013
yakisoba

A história do Temaki

O Temaki é uma febre entre os jovens brasileiros.  Mas, o que poucos sabem é que, essa iguaria da culinária asiática tem uma origem interessante no Japão: ele era vendido em barracas nas ruas da capital japonesa no século 19 e foi feito especialmente para refeições rápidas (uma vez que te significa mão e maki enrolado, ou seja, enrolado com a mão), o cone de algas recheado foi criado desta forma para evitar que o shoyu caísse na roupa das pessoas enquanto elas andassem.
            Tornou-se a solução para quem precisava de refeições rápidas já que não precisa de hashis para seu consumo, o Temaki comumente vem em um prato ou em um suporte que o mantenha de pé.

            Aqui na Casa do Yakisoba nós amamos Temaki! Por isso, somos donos dos maiores de Campinas! Os nossos BIG TEMAKIS estão disponibilizados nos sabores de Salmão, Salmão com maionese e cebolinha, Salmão com cream cheese, Skin, Califórnia e Kani. Visite-nos e prove dessa delícia! ;)

out 21, 2013
yakisoba

Segredos e significados da Culinária Chinesa

Você sabia que a culinária chinesa é baseada na filosofia Yin e Yang?

Para os chineses, Yin e Yang são opostos que se complementam e se equilibram. Eles são representados por este símbolo.

Por isso os seus pratos misturam muitas cores, sabores e temperos doces e salgados, picantes e agridoces, texturas crocantes e macias, temperatura fria e quente.

Todas estas características são levadas em conta e têm a mesma importância tanto para compor o prato, quanto para consumi-lo. As crianças são ensinadas a gostar de todos os alimentos da mesma forma, e também a não optar apenas aqueles que parecem mais apetitosos.

Os mais famosos no Brasil são: yakisoba, guioza, rolinho primavera, frango xadrez, carne shop chuey, yakimeshi, macarrão bifun, lombo suíno frito.

Uma curiosidade é que os chineses preferem tomar sopa de soja para acompanhar a refeição ao invés de uma bebida.

Tudo o que envolve a culinária do país tem um significado, tudo é preparado com pedaços pequenos, para não ter facas à mesa. Outra crença é que instrumentos utilizados para pegar a comida, o k’uai-tzu (parecido com o hashi), a deixam mais saborosa. Muitas vezes apenas as mãos são utilizadas para comer.

Venha prestigiar as delícias da culinária chinesa na Casa do Yakisoba!

set 30, 2013
yakisoba

A história do Biscoito da Sorte

Famoso entre os fãs de comida oriental, o biscoito da sorte é um simples biscoito doce e crocante. Mas, ao quebrar um ao meio, é possível ver uma pequena tira de papel com uma mensagem em um dos lados e números no outro. A mensagem, com as mais diversas sabedorias da cultura chinesa, diz trazer a “sorte” escrita para quem a leu, além de ser considerado o primeiro contato com a cultura chinesa por muitas pessoas.

Uma das versões da origem do biscoito da sorte é antiga e tem sua origem em período de guerra. Há mais de 800 anos, quando o grande guerreiro mongol Genghis Khan estendeu suas fronteiras por toda a China, por mais de um século até que aconteceu seu enfraquecimento e o povo chinês resolveu lutar pela sua liberdade.

A luta começou e os chineses começaram a ganhar forças e todas suas estratégias eram passadas a longa distância por meio de um doce conhecido como “bolo da lua”, que era detestado pelo povo mongol. Dentro deste bolo eram colocados todos os planos e estratégias de guerra e passava despercebido pelos mongóis, o que permitiu a reconquista da autonomia dos chineses e o início da dinastia Ming. Após essa vitória, virou tradição entre os chineses passar mensagens por meio desses bolos.

Há também quem diga que não há nada de tão histórico e nem chinês nesta história toda! Historiadores dizem também que o biscoito da sorte tem origem japonesa e que foi exportado para a Califórnia, nos Estados Unidos e começaram a ser vendidos e produzidos por restaurantes japoneses da Califórnia no início dos anos 1900. Posteriormente, diz-se que os restaurantes chineses começaram uma produção de massa pelos E.U.A. após a II Guerra Mundial. Com a produção em massa, acabaram conquistando toda a fama pelo pequeno doce.

O Biscoito

 Açúcar, farinha e água – a receita do biscoito da sorte é extremamente simples. E a sorte escrita nos pequenos pedaços de papel vem normalmente do “I Ching”, um livro de sabedoria baseado na filosofia chinesa. No verso do papel estão impressos números que, de acordo com a tradição, devem ser os números a ser apostados nos jogos de loteria.

Japonês ou chinês, o biscoito da sorte, toda sua sabedoria e sua tradição são encontrados na Casa do Yakisoba, onde você encontra o melhor de toda a culinária oriental.

 

 

ago 22, 2013
yakisoba

Você conhece a Cerejeira?

Elas são originárias da Ásia, mas podem ser encontradas em alguns outros cantos do mundo, até mesmo aqui no Brasil. Algumas são frutíferas – dão cereja-, outras servem para a produção madeireira.

A Flor de Cerejeira é a sua flor, e conhecida na Ásia como “Sakura”, onde existem mais de 300 variedades. Simboliza a fragilidade da vida, já que as floradas duram muito pouco.

“Diz a lenda que SAKURA vem da princesa KONOHANA SAKUYA HIME que teria caído do céu nas proximidades do Monte Fuji e teria se transformado nesta bela flor. Acreditam se também que tem sua origem na cultura de arroz. A parte KURA significa deposito onde se guardava arroz, alimento básico dos japoneses considerado dádiva divina. (Via Flor de Cerejeira)”

Assim como ao redor do mundo, no Brasil existem muitas festas para comemorar a florada. Para quem está no estado de São Paulo, recomendamos a Festa da Cerejeira, que acontece em São Paulo, no Parque do Carmo. Conheça todas as festas: http://www.festadacerejeira.com.br

 

jan 14, 2013
yakisoba

História do sushi: origem e tipos de sushi

A história do sushi remonta à necessidade de conservação de peixe cru, através de técnicas desenvolvidas no Sudeste Asiático.

A cabeça e as vísceras eram retiradas, os filés do peixe cru eram salgados e acondicionados em um barril de madeira com camadas de arroz cozido entre eles. Com a fermentação natural do arroz, ocorria a liberação de ácido láctico, o que azedava o peixe e garantia sua conservação. O longo processo de armazenamento (de 1 a 3 anos) tornava o arroz impróprio para consumo e somente o peixe era aproveitado.

Ao ser introduzida no Japão, no século VII, essa técnica sofreu uma pequena modificação: a utilização de pedras para prensar o peixe cru e o arroz. Estava criado o tipo de sushi “Nare zushi”, que tinha o odor e sabor fortes como características. Um exemplo atual desse tipo de sushi é o “Funa zushi”, feito com a carpa.

Em seguida, no século XV, um tipo de sushi chamado “Nama Nare zushi” foi criado. Basicamente, tratava se do “Nare zushi” com um período de fermentação menor (cerca de 1 mês), o que já permitia o consumo do arroz e do peixe juntos. É considerada a primeira forma do sushi moderno.

A introdução do vinagre no preparo do arroz para sushi ocorreu no século XVII, em Edo (atual Tóquio) pelo médico Matsumoto Yoshiichi. Isto possibilitou a redução do tempo de preparo do sushi para 1 dia. Com a fartura de pescados e frutos do mar na baía de Tóquio, o peixe passou a ser consumido cru e fresco. Além do ganho em tempo de preparo do sushi, o vinagre adicionou um sabor especial ao prato. Este tipo de sushi é chamado de “Haya zushi”.

Ainda no final do século XVII, um novo tipo de sushi é criado na região de Osaka: o “Oshi zushi”. Numa caixa de madeira, o arroz de sushi e o peixe cru são colocados com um peso por cima para comprimi los. O sushi é cortado em pedaços retangulares. O estilo de sushi de Osaka ficou conhecido como estilo Kansai. Continue lendo »

jan 14, 2013
yakisoba

13 tradições japonesas incluídas em lista de patrimônios da Unesco

O objetivo da lista de patrimônios imateriais é aumentar consciência sobre a diversidade

Um comitê da Unesco decidiu incluir 13 tradições japonesas na lista de heranças culturais imateriais representativas da entidade, quarta-feira 23.

Ao todo, 76 bens de 28 países estão na lista até agora. O objetivo do documento é aumentar a consciência mundial sobre a importância da diversidade.

O Japão sugeriu, à Unesco, a inclusão de 14 tradições culturais típicas do país.

A organização, porém, solicitou a retirada de um dos itens: a técnica, utilizada por monges budistas, de reparar estátuas de madeira.

Os 13 novos itens da lista da Unesco são:

- Gagaku, uma espécie de estilo musical erudito que, tradicionalmente, é executado na corte imperial

- Ojiya-chijimi e Echigo-jofu, tecidos de cânhamo típicos da província de Niigata

- Sekishu-banshi, um papel típico da província de Shimane

- Hitachi Furyumono, um festival de Ibaraki cujas principais características são o desfile de barcos enfeitados e a performance de bonecos

- Desfile de Yamahoko, que apresenta um total de 32 barcos enfeitados, no Festival Gion, em Kyoto

- Toshifon, um festival folclórico na cidade de Koshikijima (Kagoshima)

- Aenokoto, um evento de oferenda ao deus do arroz, realizado em Okunoto (Ishikawa)

- Hayachine Kagura, uma performance de música sagrada do xintoísmo, típica da província de Iwate

- Taue-odori, uma dança para pedir boas colheittas, típica de Akiu (Sendai)

- Chakkirako, uma dança de meninas que pede boa colheita, pesca e sucesso nos negócios, típica de Kanagawa

- Dainichido-bugaku, uma música e dança de corte típica de Akita

- Daimokutate, rituais xintoístas típícos de Nara

- A dança tradicional Ainu

Fonte: Made in Japan

Páginas:«1234»